Poema das três moças no bar

This reading was recorded by Alessandro Mistrorigo for Phonodia in Perugia, Italy, on the 2nd of Dicember, 2013.

Read by José Eduardo Degrazia on 2 December 2013

Poema das três moças no bar

Eram três moças sentadas no bar
tomando chope.
Eram três moças de boquinhas pintadas que conversavam e riam.
Eram seis olhos brilhando como céu estrelado.
Eram três moças que tomavam chope e fumavam
e riam indiferentes.
Eram seis mãos que não se preocupavam com o carinho de tua mão.
Eram três moças sentadas na cadeira do teu desejo inatingível.
Eram três moças encantadas como dentro de um espelho.
Eram três moças vogando como dentro de um barco.
E as rodelas d chope giravam nas ondas.

from Piano Arcano (Ed. Alcance: Porto Alegre, 1999).

Share this Poem with your co-workers or friends